Dona Onete lança "Banzeiro"
Dona Onete lança "Banzeiro"

Dona Onete leva o seu carimbó chamegado aos palcos no Cine Joia em fevereiro

Diretamente do Pará, a rainha do carimbó abarca no Cine Joia dia 17 de fevereiro para lançar o álbum "BANZEIRO" (Natura Musical). A compositora, que se tornou referência para os jovens músicos do estado, tem em seu repertório canções do álbum "Feitiço Caboclo", de 2012, como "Proposta indecente", "Amor brejeiro", "Poder da sedução", "Moreno Morenado", "Feitiço Caboclo" e "Jamburana". Além de canções do seu segundo álbum lançado este ano, como "É no sabor do beijo", "Tipití", "Rio das Flores" e "Banzeiro". Esse novo trabalho traz um repertório inspirado no passado histórico-cultural da artista, relembrando as canções do rádio de outrora, e contando um pouco da história dos negros escravos que foram trabalhar nas lavouras de cana do Pará. Eles trouxeram sua rica cultura de ritmos e danças que, mais tarde, unida aos caboclos, deu origem ao ritmo Bangüê.

Dona de uma voz rouca e de grande sensualidade, a senhora de 76 anos é musa da nova geração paraense. Inventou o "carimbó chamegado" que, segundo ela, tem o balanço do carimbó, mas "com um toque de pimenta". "A música do Pará é muito cheia de mistura, então comecei a fazer essas músicas que falavam de amor, num ritmo mais lento e sensual, e assim nasceu esse carimbó chamegado", diz Onete, que tem canções gravadas por Gaby Amarantos, Aíla, entre outros artistas. Nos palcos, Onete é acompanhada pelo guitarrista e pesquisador musical Pio Lobato, Vovô na bateria, JP Cavalcante na percussão amazônica, Breno Oliveira no contrabaixo e Daniel Serrão no teclado e sax.

DONA ONETE:
É cantora e compositora paraense, nascida em Cachoeira do Arararí. Foi Professora de História durante 25 anos, Secretaria de Cultura e Fundadora de grupos de dança e música regional como o "Canarana", na cidade de Igarapé-Miri, reduto tradicional da boa música. Atualmente, ela segue compondo (tem mais de 300 composições) na maioria boleros e tantas outras no gênero "carimbó chamegado". Participou de importantes grupos folclóricos como o "Raízes do Cafezal" e do grupo pop com raízes regionais "Coletivo Radio Cipó". No cinema, interpretou uma cantadora de carimbó no filme "Eu receberia as piores notícias dos seus grandes lábios", estrelado por Camila Pitanga.

Serviço:
DONA ONETE lança BANZEIRO no Cine Joia
Data: 17 de fevereiro
Horário:
Bilheteria - 21h
Abertura casa - 22h
Show - 00h
Ingressos:
Lote 1 - Inteira R$ 40,00 / Meia R$ 20,00
Lote 2 - Inteira R$ 60,00 / Meia R$ 30,00
Vendas:
Livepass - http://www.livepass.com.br/event/dona-onete/
Bilheteria do Cine Joia - horários de funcionamento no rodapé


CLASSIFICAÇÃO ETÁRIA: Evento para maiores de 18 anos. Entrada de pessoas com 16 ou 17 anos apenas será permitida se acompanhados de um responsável legal ou acompanhado de um maior de idade portando autorização registrada em cartório. Modelo de autorização: http://bit.ly/autorizaçãodemenorescinejoia

*Para todos os shows e festas no Cine Joia há um lote promocional para as 10 primeiras pessoas que comprarem o ingresso na bilheteria. Os valores variam de R$ 1,00 a R$ 10,00 e cada pessoa só pode comprar 1 ingresso promocional.

Compre ingressos somente pelo canal oficial. Não estrague a noite comprando de cambistas ou terceiros.

Cine Joia:
Praça Carlos Gomes, 82 - Liberdade - São Paulo/SP
www.cinejoia.tv // www.facebook.com/cinejoia // www.instagram.com/cine_joia
Fone: (11) 3101-1305
Cartões de crédito e débito: Elo, Visa, Mastercard, Diners e American Express (não aceitamos cheques)
Horário da bilheteria: segunda-feira a sexta-feira, das 10h às 14h e das 15h às 18h, e durante o final de semana, a bilheteria só abre em dia de show, 1h antes da abertura oficial da casa
Capacidade: 992 pessoas (o Cine Joia respeita a lotação máxima determinada por lei)
Chapelaria: R$ 5,00 (gratuita para clientes Elo)
Possui área de fumantes e acesso a deficientes
Chapelaria: R$ 5,00 - Gratuito para clientes Elo.
Serviço de vallet: R$ 30,00